Esqueceu sua senha?

Não tem problema! Escreva seu CPF no campo abaixo e você receberá um e-mail.

Verifique seu e-mail!

Enviamos um e-mail para: emaildosusuario@mail.com

Ah! Não esqueça de ver sua caixa de spam!

Caso haja algum problema, ligue para 0800 643 0401

Blog do Sebrae/SC

Voltar
20170512 Blog 1024x683 - Como o turismo tem impactado na economia?

Como o turismo tem impactado na economia?

PUBLICADO EM 12 de Maio de 2017

O turismo é responsável por mais de 10% do PIB de Santa Catarina. Por isso, que tal ficar por dentro de dados e informações sobre o impacto do turismo na economia do estado e País, bem como os setores impactados, tendências de crescimento do setor, caso de sucesso e ações recomendadas?

Quais os setores impactados?

O turismo é um setor transversal, que impacta diversos outros setores, como:

  • Hoteleiro, que inclui hotéis, pousadas e albergues.
  • Transporte, que envolve desde o transporte aéreo até a locação de veículos.
  • Entretenimento e lazer, cultura e esportes.
  • Alimentos e bebidas, inclusive agricultura.
  • Indústrias, como têxtil e confecção, móveis e madeira, entre outros.

Turistas internacionais

Em 2015 o Brasil recebeu mais de 6 milhões de turistas internacionais, responsáveis pela injeção de US$ 5,8 bilhões na economia brasileira. A expectativa para 2017 é de receber 6,5 milhões de turistas internacionais.

O Brasil ocupa a 27ª posição no índice de competitividade em viagem e turismo, que considera diversos aspectos, entre os quais o País se destaca em: 1ª posição em recursos naturais e 8ª posição em viagens de negócios.

Turismo em Santa Catarina

  • É o 6º estado que mais recebe turistas internacionais (cerca de 149 mil em 2015).
  • É o 6º estado que mais emprega trabalhadores no setor no País (5% da mão de obra).
  • É o 8º estado com maior número de estabelecimentos associados ao turismo (4%).

Tendências para o turismo em 2017

  • Destinos locais: os turistas, principalmente os brasileiros, buscarão destinos mais próximos para realizar viagens, devido à instabilidade econômica do País.
  • Compartilhamento: associado a ferramentas como Airbnb e Uber, o compartilhamento no turismo deve se desenvolver ainda mais em 2017, com o possível surgimento de novas ferramentas.
  • Inovações tecnológicas: uso de ferramentas tecnológicas para a promoção do turismo, que pode envolver a implantação de lojas com realidade virtual, que permitem que o cliente vivencie o local antes do fechamento do pacote de viagem. Também é destaque o uso de inteligência artificial para auxiliar em pesquisas e na prestação do serviço.

Trabalha com turismo ou quer apostar seu negócio no setor? Baixa o Relatório de Inteligência do SIS e confira todas as tendências desse ano!

Comentários


Ver mais comentários

Você precisa estar logado para comentar! Cadastre-se ou faça seu login!